segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Refúgio Canaã - Bodoquena - MS



7 de setembro = Independência do Brasil = Segunda-feira = Feriado prolongado = BORA VIAJAR E CLAROOOOOO, ACAMPAR!!!!!!!!!!!
A ideia surgiu em um lanche no TOP LANCHES, como sempre a resposta da galera foi:
- “BORA”, temos 05/09 (após almoço), 06/09 e 07/09, para onde vamos?
Bonito ou Bodoquena? Bodoquena ou Bonito?
E decidimos por Bodoquena/MS localizada a 266 km de Campo Grande (capital), local: Refúgio Canaã, localizado a 21 km de Bodoquena.
Vamos começar a organização. O nosso organizador oficial estava em status Noivo, assim com tempo somente para afazeres do casamento, então assumi essa função, confesso que foi árdua, perdi alguns cabelos que já não tenho, mas fui recompensado com uma “bela” surpresa.
Lista de compras feita, quantidades, vamos as compras!!!
André Mamão
Fizemos a compra no Supermercado ASSAI (Campo Grande), participantes: Rhay, Vagner, Daniel, Gilvan, André (Mamão) e Willian (Zé), rimos muitos, compramos pouco e gastamos muito. Eiss que surgiu uma dúvida, quantos rolos de papel higiênico temos que levar? Foi unânime levaríamos 4 rolos, seria o ideal, porem Gilvan fez uma observação, “Pessoal o Zé precisa de 4 rolos só para ele, vamos levar 8 para garantir”, então levamos 8 rolos.
As meninas
Os primeiros a sair foram Paulinho (Amigão), Faustria, Gabi, Vagner e Eliane, pois estavam livres pela manhã, então foram na frente para guardar quiosque etc... Os demais, combinamos de sair as 13h, ponto de encontro: Posto de Gasolina Ipiranga na Av. Duque de Caxias, dessa vez os tripulantes esqueceram de olhar seus relógios pois chegaram as 14h30.
Primeiro acontecimento da viagem foi o colchão de hospital que o Yuri estava levando, no qual ocupou metade da carroceria da caminhonete, e suas palavras foram: “Preciso desse colchão pois minha coluna AGRADÉÉÉÉÉÉCE, se ele não for eu não vou!!!”. Yuri acho que da próxima você não vai, rsrsrsrsrsrs.
Os meninos
Como se não estivéssemos atrasados, Gilvan precisava passar no caixa eletrônico para sacar dinheiro, ainda bem que ele estava no carro do Zé (piloto do filme Carga Explosiva), então nos alcançou no caminho. Nossa ida foi tranquila, sem contratempos e com emoções.
Chegamos de noite no Refúgio Canaã, e fui recebido com uma bela surpresa dos meus amigões, em gratidão a organização da viagem!!!!  (Obrigado Galera, Amo vocês.)
Barracas montadas, todos dormindo, e às 6h da manhã começam as belezas naturais do Refúgio Canaã, periquitos, araras, papagaios, etc... fazem uma verdadeira orquestra, e os que vão para dormir um pouco mais, são acordados por belos despertadores naturais.
Queda d'água no Rio Salobra
No Domingo de manhã subimos o rio, pela estrada, até perto da Cachoeira Boca da Onça que está localizada em outra propriedade e o local funciona somente com Day Use. Ficamos por um tempo nesse local tomando banho, e o acontecimento foi: Estávamos em cima de uma pequena queda d’água de mais ou menos 1,5 metros, Eu (Rhay), Daniel, Luis, Vagner e Yuri, então Daniel “Dande” viu a possibilidade de pular em um local de profundidade de 1 metro, isso não seria tão dramático se ele não estivesse a 11 dias do casamento e não inventasse a moda de pular de barriga, pois então, ele pulou, e sua noiva Guadalupe, as margens do desespero de ver seu amado cometendo uma “BELA CAGADA”, disse assim com um tom de voz e rispidez de uma noiva desesperada: - “TA LOUCO AMOR, VAI SE QUEBRAR AI, PARECE CRIANÇA”, - graças a DEUS, Daniel “Dande” saiu ileso do pequeno Bungee Jump, rsrsrsrsrsrsr.
Trilha para Cachoeira Escondida
Ao irmos embora, as mulheres e o Yuri voltaram pela estrada, Eu (Rhay), Vagner, Daniel, Willian, Gilvan e Luís, voltamos pelo rio por alguns metros pois as pedras são como “facas” e não tem como andar por muito tempo sem algum tipo de calçado.
Quando voltamos descobrimos que existe a Cachoeira Escondida e a Lagoa Azul, então fechamos com a guia Patrícia que trabalha no local, para irmos de tarde conhecermos e explorarmos esses locais.
Os aventureiros que toparam ir até a cachoeira foram, Eu (Rhay), Taynara, Daniel, Guadalupe, Luís, Nathalia, Yuri, Sandra, Willian, Laizza, Mariana, Vagner, Eliane, Gilvan e Patrícia (Guia). A Trilha da Cachoeira Escondida é HARD CORE, com subidas tão íngremes que é necessário auxílio de cordas para se segurar e conseguir subir, a trilha é um pouco difícil, tanto que em um certo ponto, onde começa a ficar mais complicada a subida, ficaram no local Taynara, Laizza, Willian e Eliane, havia avisado que voltaríamos às 17h30 e não precisariam se preocupar, rsrsrsrsrsrs, subindo mais um pouco chegamos na Lagoa Azul, local muito bonito e realmente muito fundo, ótimo para tomar banho, após esse local a subida fica mais complicada pois tem que subir sem cordas e continua sendo íngreme e escorregadia, então dessa vez ficaram 
Lagoa Azul
Nathália, Luis, Yuri e Sandra, seguindo, chegamos na Cachoeira Escondida, Eu (Rhay), Daniel, Guadalupe, Gilvan, Vagner, Mariana e a Patrícia (Guia), um local muito bonito que realmente vale a pena a trilha.
Assim que chegamos tive que descer na frente pois havia combinado que estaríamos as 17h30 no local que ficaram os primeiros aventureiros, fiz uma descida perigosa, mas enfim combinado cumprido, não é Taynara, Willian, Eliane e Laizza????
Cachoeira Escondida

Casa no morro
No Domingo fomos a uma casa também do Refúgio Canaã, que foi feita em cima de um dos morros que cercam o local, pode ir a pé ou de carro, mas preferimos ir a pé, uma subida cansativa, mas vale a pena pois a vista é magnifica e a casa maravilhosa, toda feita em madeira com moveis bem rústicos, que conforme a Odete (proprietária do local), vai ser uma pousada, disponível para locações.

Mariana
Continuando no Domingo, no Refúgio Canaã tem uma tirolesa com caída em uma parte do rio, totalmente radical, que somente Mariana e Luís, tiveram coragem de ir, em um momento que o Daniel estava tirando as fotos das descidas da tirolesa, dois rapazes (Leandro e Alexandro) o reconheceram do blog e com certeza foi gratificante saber que escolheram ir ao Refúgio Canaã após verem o post daviagem anterior.



Leandro e Alexandro (seguidores do blog)


Momentos Marcantes da Viagem:

André
- Andrézão estava molhando seus belos pés de cinderela as margens do rio, então tive a ideia de joga-lo no rio, quando comecei a empurra-lo, ele virou e gritou: - “NÃO NÃO, EU TO COM DINHEIRO NO BOLSO”, - André ta de brincadeira né, dinheiro no bolso no meio do mato kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Resultado: Não saiu da água mais!

- A evolução do nosso amigo André Mamão nessa viagem foi grotesca, pois na última viagem para Fazenda Várzea Alegre em Rio Verde/MS ele ficou com sua fiel escudeira a “Rede” e nem mesmo molhou o pé na água, e dessa vez com uma pequena forcinha minha, ele tomou um belo banho nas águas geladas de Bodoquena! Valeu André... Até a próxima!

Yuri
- O Yuri foi fazer a trilha conosco e tivemos que passar por alguns locais que era necessário saber nadar, e ao chegar no local, o bendito nos avisa: - “GENNNNTEEE EU NÃO SEIII NADAAAR”!
Tem coisa que só acontecem em um acampamento mesmo.

Quiosque a noite
- Zé piloto do filme Carga Explosiva, leitores esse menino é animal, quando fomos ao banheiro em Miranda/MS, o Gilvan virou para mim e disse: - “Bixo, não passa o Zé, deixa ele ir na frente” - kkkkkkkkkkkkkkkk.... Engraçado demais!!!! Zé fica tranquilo, na próxima você assume a ponta!!!!

- Não comentei nada sobre as noites pois não conseguimos ficar acordados por muito tempo de noite, as noites de Bodoquena estavam MUITO FRIAS, e espantou a todos! No sábado para domingo, ficamos por algum tempo, tentamos tocar um violão e comer uma batata, mas não estava fácil, por incrível que pareça o frio não deixou.

Arara Azul, Vagner, Mariana e Rhay

- Arara Azul que deita no chão para receber um carinho na barriga. Isso só acontece no Mato Grosso do Sul, uma das imagens mais belas que já vi, porém não registrada, mas ficará na memória eternamente com certeza.

- André foi ao banheiro e estava cheio, então teve a brilhante ideia de ir no mato fazer suas necessidades, homem bruto criado em Costa Rica, mas ele não espera que iria pegar muitos carrapatos em seu bumbum, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Que beleza em Andrézão!!


Nossos investimentos nessa viagem foram:

- Camping: R$ 30,00 a diária por pessoa.
- Quiosque: R$ 60,00 a diária.
- Trilha Cachoeira Escondida: R$ 5,00 por pessoa.
- Refeições e Combustível: R$ 150,00 por pessoa.




Vagner, Gilvan, Rhay, Willian, André, Yuri, Mariana, Nathalia, Fautria
Laizza, Sandra, Daniel, Guadalupe, Odete (proprietária), Taynara, Paulinho, Gabi e Luis

Tripulantes:
Daniel, Guadalupe, Rhay, Taynara, Vagner, Eliane, Paulinho, Faustria, Gabi, André, Mariana, Nathalia, Luis, Willian, Laizza, Yuri, Gilvan, Sandra.

Obs.: Nessa viagem não tivemos “Apelidos”, pois o foco foi me enganar com uma bela trapaça dos meu AMADOS BRODÕES!!!!!!!!

Rhay

Um comentário: