sábado, 19 de março de 2016

Show Maroon 5 - Allianz Parque - SP

A Banda Maroon 5 passou pelo Brasil em sua turnê mundial Maroon V. em março de 2016. Fizeram seus shows pelas capitais Porto Alegre, Salvador, Fortaleza, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro.
Quando nossa amiga Zaira ficou sabendo do show, já agitou a galera!
Criamos um grupo no WhatsApp, adicionamos todos os interessados e como sempre, começou a correria de comprar o ingresso, passagens, arrumar hospedagem, etc...
Nesse show iríamos eu, minha esposa Guadalupe, nossa amiga Zaira de Campo Grande - MS e nosso casal de afilhados de Poços de Caldas - MG, Priscila e Kleiton.
Pelo melhor custo x benefício escolhemos ver o show em São Paulo - SP. Consultamos as passagens de ida e volta já com as taxas saindo de Campo Grande ficaria R$ 303,25 voando pela GOL.

O Show em São Paulo estava marcado no Allianz Parque dia 19 de março às 22h. Entramos no site da Tickets For Fun e compramos nossos ingressos. Abaixo os valores dos ingressos de acordo com cada setor.

Valores dos ingressos cheio. Meia entrada considerar 50% do valor.

Calma!!! Comprar ingresso para show internacional não é moleza assim não. Para conseguir fazer a compra e garantir a diversão, você precisa estar conectado e preparado para no exato momento que abrir as vendas pelo site, você conseguir seu local na fila para fazer a compra. No nosso caso como estamos uma hora antes de SP, às 23h em ponto do dia 30 de agosto de 2015 conseguimos nosso lugar na fila do site para comprar os ingressos. Ficamos na posição 3952 da fila. As 23h44 recebi no meu e-mail a confirmação da compra.

Comprando ingresso pelo site é cobrado uma taxa de conveniência que equivale a 20% do valor do ingresso e mais uma taxa de entrega, que atualmente você recebe os ingressos em PDF por e-mail para imprimir.

Para exemplificar melhor a conta fica assim:
R$ 200,00 Valor ingresso
R$   40,00 Taxa de conveniência
R$     8,00 Taxa de entrega
R$ 248,00 Total do ingresso
Ou seja, o ingresso de R$ 200,00 reais, comprado pelo site você paga por ele R$ 248,00.

Mais de 6 meses depois, chegou o grande dia. #PartiuMaroon5
Para não dar nada errado, eu fiz um cronograma. (ao lado)

Saímos do aeroporto de Campo Grande (CGR) às 14h15 pela GOL e chegamos no aeroporto de Congonhas (CGH) às 16h40.
Fernandinha, minha prima, que está morando em SP, estava nos esperando de carro no aeroporto.
Saíamos de lá e fomos direto pra casa dela. Ela tinha preparado um lanchinho pra gente. Ali na casa dela enquanto comíamos conversamos um pouquinho, e logo depois, ela nos deixou na estação de metrô Butantã, linha amarela. Pagamos R$ 3,80 no ticket do metrô e seguimos até a estação República, linha vermelha. Descemos na estação Barra Funda que fica a 800m do estádio (10 minutos caminhando).
No caminho do estádio nos ofereceram capa de chuva. Mas como já tínhamos experiência de alguns shows passados, trouxemos as nossas capas de Campo Grande, para não pagar R$ 5,00 em uma capa de chuva que deve custar R$ 1,00 ou R$ 2,00. Mas acabou que não valeu a pena, pois pagamos os mesmos R$ 5,00 nas capas de chuvas em Campo Grande, porém as capas eram melhores do que as nos ofereceram nas ruas.

Encontramos a Priscila e o Kleiton na entrada do estádio às 20h30 e fomos curtir o show!

A banda Dashboard Confessional começou tocar às 20h (cortesia oferecida pela Time For Fun). E os portões do estádio estavam abertos desde às 16h.

O Allianz Parque ficou muito bacana depois da reforma. Subimos de escadas rolantes do térreo até nosso setor arquibancada superior.

Chegando no nosso setor eu pensei... "Puuuuuutz... trouxemos capa de chuva, e onde vamos ficar é coberto! Que cagada! kkkkkkkkkkk"

Kleiton, Prisicla, Daniel, Guadalupe e Zaira.
Foto por Carlos Henrique (nosso colega das cadeiras de cima)

Na minha opinião o Show foi bacana, afinal, as músicas da banda são bacanas, mas, o show não teve nenhuma surpresa e nenhuma super produção. E acho que o som também não estava 100%.

"Allianz falhou um pouco na organização das entradas por que poderia ter colocado lá naquela esquina a informação, só estava no portão principal a informação de onde que eram as entradas.
E eu achei a entrada e saída rápida, achei boa a organização no geral.
Mas eu iria de pista da próxima vez." Priscila Matayoshi

Tiramos poucas fotos, não levamos câmera a não ser dos celulares, que como o zoom é limitado, sendo assim, não é possível pegar os melhores detalhes.

Fim de show, é hora de ir embora. Antes do show eu fiz contato com um taxista de SP (indicação da minha prima Fernanda), e já garanti a volta, para não ter que concorrer com todo mundo que iria pegar TAXI ou UBER na saída do show.
Pelo WhatsApp marcamos um ponto de encontro e voltamos para casa da Fernanda para descansar.

No dia seguinte, tomamos um café com a Fernanda e a Gisele, nossa amiga de Campo Grande que hoje mora com a Fernanda em São Paulo, logo depois a Fer nos deixou em Congonhas e pegamos o ônibus da GOL que faz o translado Aeroporto de Congonhas ao Aeroporto de Guarulhos, sem custo. A viagem levou 1 hora entre os aeroportos.




[]'s,



Daniel     (:

Nenhum comentário:

Postar um comentário